Seca de 2023 do Rio Negro supera as de 1963 e 2010

Foto: Reprodução

O Rio Negro chegou nesta segunda-feira (16) à marca de 13,59 m e quebrou o recorde do ano de 2010. Atualmente, dez centímetros a menos. Esse marco histórico aconteceu oito dias da data registrada há 13 anos.

A última vez em que o nível do rio chegou a um patamar tão baixo foi em 24 de outubro de 2010, quando a vazante registrada foi de 13,63 metros. Nos últimos 50 anos, o Rio Negro só ficou abaixo dos 15 metros quatro vezes: 1997 (14,34 m), 2005 (14,75 m), 2010 e 2023.

Em 2021, o Rio Negro também registrou uma das maiores cheias, com a marca de 30,02 metros. Dessa vez, se espera que o rio continue secando e fique abaixo dos 13 metros nos próximos dias.

Neste domingo (15), o governo do Amazonas, por meio do Comitê de Intersetorial de Enfrentamento à Situação de Emergência Ambiental, divulgou o boletim com informações atualizadas sobre a estiagem no estado. Segundo este, o Amazonas segue com 451 mil pessoas afetadas, ou 112 mil famílias.

Com informações de CNN.

Artigo anteriorChuva ameniza calor e fumaça em Manaus, mas qualidade do ar segue péssima em alguns bairros
Próximo artigoCapital amazonense registra ocorrências por conta de chuva forte